• Redação Nacional

8 de Março, Dia Internacional da Mulher


DIA INTERNACIONAL DA MULHER: Escrever acerca do dia da mulher num primeiro momento conduz a uma profunda reflexão sobre as inúmeras atividades corriqueiras que executamos e não nos damos conta de que estas são conquistas valiosíssimas de centenas de mulheres que nos precederam. Do direito ao voto à possibilidade de frequentar uma faculdade de Direito, há mulheres guerreiras por trás destas conquistas.

Mas conduz também a uma segunda reflexão. Agora o olhar é não só para a mulher que cada uma pode ser, mas sim para a mulher que cada uma de nós quer efetivamente ser. Para além de movimentos e bandeiras, é absolutamente importante que todas nós possamos ser a nossa própria versão da mulher do nosso tempo.


CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Há mulheres que se sentem felizes com uma rotina agitadíssima, há as que preferem curtir a casa. Há quem jogue Beach Tennis para espairecer, há as que preferem futebol.

Há mulheres que resolvem dar um tempo na carreira profissional por conta dos filhos, há as que não desejam tê-los, há as que querem dar um tempo para ir para a Índia, há as que mudam de profissão aos 50 anos, há as que concluem a graduação e jamais exercem a profissão. Há as que comemoram 50 anos de profissão.

Há mulheres que odeiam salão de beleza e rotinas de estética, há as que sabem tudo de botox. Há quem alcance o mais alto posto da carreira escolhida, há as que se realizam dirigindo um caminhão pelas estradas do Brasil.

O que é certo é que em todas as situações há mulheres conquistando, vivendo, desbravando, exercendo o seu direito de ser mulher.

Que possamos comemorar conquistas, enaltecer as que nos precederam e honrar a grandeza do papel da mulher, sem jamais perder nossa essência!


Maria Teresinha Erbs - Presidente

Denise Demmer - Secretária Geral OAB/SC Subseção de Blumenau


"O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.


Esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.


Precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, atravé1s de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos.

13 visualizações0 comentário