• Redação Nacional

Chuva alaga ruas e causa transtornos no Grande Recife


Um dia de caos no Recife. Nesta quinta-feira (13), a cidade acordou embaixo d'água ocasionando vários transtornos para a população. Pontos de alagamento foram registrados nos bairros do Espinheiro, Graças, Santo Amaro, Nova Descoberta, Parnamirim, Torre, Prado e San Martin. Moradores de Olinda também informaram sobre pontos de inundação e congestionamento nas principais vias da Cidade Alta, como as Avenidas Carlos de Lima Cavalcanti e Getúlio Vargas.



A Estação Joana Bezerra fechou por volta das 11h desta quinta (13), por conta de alagamento. De acordo com a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) os usuários com destino à Linha Sul oriundos de Jaboatão ou Camaragibe devem desembarcar na Estação Recife. Na sexta (14) as Linhas Centro e Sul do Metrô funcionarão das 5h às 9h e das 16h às 20h, apenas nos horários de pico do sistema.

O Túnel Josué de Castro foi bloqueado por agentes da Autarquia de Trânsito e Transporte (CTTU) devido à intensidade de chuva. Os condutores que estão na Avenida República Árabe Unida e desejam acessar a Avenida Antônio de Goes devem seguir pelas vias paralelas à Rua Manoel de Brito.

No bairro de Dois Unidos, na Zona Norte do Recife, a parede de um imóvel cedeu. O deslizamento ocorreu na rua Leôncio Rodrigues. Uma equipe da Defesa Civil foi acionada por volta das 7h30 e se deslocou até o endereço para atender à família. Não há registro de feridos.

Bairro de San Martin. Foto: Cortesia


No cruzamento da Abdias com a rua Santa Edwirges, no bairro do Prado, o trânsito também está lento por conta da inundação na área. Parte do comércio fechou as portas diante da impossibilidade de acesso devido ao acúmulo de água.

Ontem, a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) emitiu um alerta informando sobre a possibilidade de chuvas moderadas a fortes na Região Metropolitana do Recife.

Alagamento próximo à Estação Afogados. Foto: Cortesia

A Defesa Civil do Recife mantém um plantão e pode ser acionada através dp telefone 0800.081.3400. A ligação é gratuita e o atendimento é realizado por 24h. A orientação é que, em caso de necessidade, moradores de locais de risco procurem abrigos seguros.

0 visualização

Receba nossas atualizações

redacaonacional

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© Todos os direitos reservados para Milly Comunicação e Marketing. Orgulhosamente criado por admovan criações