• Redação Nacional

Covid19: Morre Maguito Vilela, prefeito licenciado de Goiânia


São Paulo: O ex-governador de Goiás e prefeito licenciado de Goiânia, Maguito Vilela (MDB), morreu nesta quarta-feira (13), aos 71 anos. Ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, em tratamento de uma infecção pulmonar em decorrência da Covid-19, da qual já havia se recuperado.

A informação foi confirmada pelo secretário de Comunicação de Goiânia, Bruno Rocha Lima. A nota divulgada pela Secretaria de Comunicação da capital informou que “a família está providenciando o traslado do corpo de São Paulo para Goiás e ele deve ser sepultado em Jataí, sua terra natal”.

Maguito iniciou seu mandato como prefeito no dia 1º de janeiro, sedado na UTI do Einstein. Com o agravamento de seu quadro de covid-19 e a internação no fim de outubro, o ex-governador de Goiás nem sequer pôde comparecer à urna para votar na própria chapa.



CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Ele estava internado desde 27 de outubro para tratar graves complicações da Covid-19. Na sessão solene da Câmara Municipal para a posse de vereadores e dos eleitos na disputa majoritária, esteve presente apenas o vice-prefeito, Rogério Cruz (Republicanos).


Maguito deixa a mulher, Flávia Teles; quatro filhos, Vanessa, Daniel, Maria Beatriz e Miguel; e uma enteada: Anna Liz.


ROLETA RUSSA - COVID19


Maguito Vilela (MDB), já havia perdido duas irmãs para a doença em um intervalo de nove dias no ano passado. Em 19 de agosto, morreu Nelma Vilela Veloso, 76. Ela é mãe do ex-deputado federal Leandro Vilela e tinha diabetes e problemas pulmonares, comorbidades que agravaram o quadro de covid-19. RELACIONADAS Morre Maguito Vilela, prefeito eleito de Goiânia, aos 71 anos.


Prefeito em exercício lamenta morte de Maguito e vê grande responsabilidade No dia 28 do mesmo mês, a irmã mais velha do prefeito eleito, Nelita Vilela, 85, também morreu após contrair o coronavírus. Ela chegou a ser internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital das Clínicas de Jataí, cidade natal da família.


À época da morte das irmãs, Maguito disse, por meio de suas redes sociais, se solidarizar com todas as famílias que perderam entes queridos durante a pandemia.


"Consternados, Maguito e família agradecem todas as orações e mensagens de apoio recebidas em razão deste momento triste e também se solidarizam com todas as famílias que perderam seus entes queridos nesta pandemia", dizia uma publicação em seu Facebook.


Desde o início da pandemia, o político se manifestou favorável ao distanciamento social e ao uso de máscara e dizia reconhecer a dificuldade no enfrentamento à doença



Fonte: IstoÉ, Redação


"O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.

Esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.

Mas para isso, nós precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos."

65 visualizações0 comentário

Receba nossas atualizações

redacaonacional

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© Todos os direitos reservados para Milly Comunicação e Marketing. Orgulhosamente criado por admovan criações