• Redação Nacional

Disputa de Poder: Onyx x Mendonça Filho


Tão logo começaram as negociações para a formação do Ministério Bolsonaro, o ex-ministro Mendonça Filho (DEM) apareceu entre os especulados para voltar a comandar a pasta. Os argumentos seriam sustentados na excelente gestão do pernambucano, apontado como o melhor ministro de Temer. Corre a informação nos corredores do poder que Onyx rifou aliado de Mendonça.


Como todo partido tem suas divisões, o DEM não foge à regra. Do partido, que está na base de sustentação do Governo, o escolhido foi Onyx Lorenzoni, para a Casa Civil. Não eleito senador nas eleições passadas, Mendonça foi alçado à presidência do Instituto Liberdade e Cidadania do DEM, mas sua pedra no meio do caminho para sentar novamente na cadeira do MEC foi o próprio Onyx.


O chefe da Casa Civil já demitiu um aliado do ex-ministro numa diretoria do FNDE. Onyx não é adepto apenas do abraço de tamanduá, o chamado cumprimento falso. Dizem as más línguas que sua falsidade está até no tom da voz.


Boicote da família


Na chegada do presidente Bolsonaro, ontem, em Vitória da Conquista (BA), ocorreu um início de tumulto por parte de um pequeno grupo de militantes do PT, mas sem causar repercussão. O Governo comemorou o sucesso, mas faltaram 21 vereadores do município e nenhum dos familiares do cineasta Glauber Rocha, homenageado com seu nome no aeroporto, esteve presente.



Rifado da diretoria de Gestão, Articulação e Projetos Educacionais do FNDE – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – Leonardo de Souza Leão é natural de Sanharó, seu pai, o ex-vereador Doutor Carlos Augusto, é médico renomado na região. Léo, como Mendonça o trata, também atuou no Ministério da Educação. É cão de guarda do ex-ministro. 


Tributária


Secretários da Fazenda dos 26 Estados e do DF têm reunião na próxima semana em Brasília para esboçar uma proposta alternativa ao texto da reforma tributária que está em discussão no Congresso. O documento teve redação final do secretário estadual Décio Padilha. Um fórum será realizado depois para apreciação dos governadores. O consenso está difícil.


Falhou


A meteorologia, ontem, indicava tempo seco no sertão e ventos fortes de até 70 km por hora no Grande Recife. Nenhuma coisa nem outra se confirmou. Em Arcoverde, por exemplo, choveu torrencialmente durante todo o dia, assim como em outros municípios do Moxotó. 


Roubou a cena


O que mais chamou a atenção, ontem, em Vitória da Conquista, foi a cena dos anões que o presidente Bolsonaro levantou pelos braços. Eles estavam na plateia na inauguração do aeroporto e, ao final do evento, foram levados pelos seguranças para os braços do capitão.


NOME PRÓPRIO


O PSD disputa em faixa própria a Prefeitura do Recife. Já tem até três nomes na mesa: André de Paula, o secretário de Turismo, Rodrigo Novaes, e o ex-prefeito de Petrolina, Júlio Lóssio. Desconhecido, Lóssio teve quase 50 mil votos na capital candidato a governador.


Perguntar não ofende: Cadê a solidariedade do comando do DEM a Mendonça Filho?

"O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.


Esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.


Mas para isso, nós precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos."


*Com informações FolhaPe


Copyright © 2019, Redação Nacional. Todos os direitos reservados.

0 visualização

Receba nossas atualizações

redacaonacional

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© Todos os direitos reservados para Milly Comunicação e Marketing. Orgulhosamente criado por admovan criações