• Redação Nacional

Em município da RMS o povo quer saber cadê os 17 milhões tá onde...? responde prefeito Dinha?


Com o início da pandemia do coronavírus que se instaurou em todo o mundo, países, estados e municípios sofreram gravemente com a crise econômica que se incidiu para os mais diversos setores públicos e essenciais como saúde, educação e o social.


Com a economia sem girar e a população desempregada, a necessidade de uma gestão de recursos púbicos canalizados para o enfrentamento da pandemia foi necessário. No Brasil, um fundo de apoio financeiro aos municípios foi criado, no sentido de desenvolver ações de combate ao Covid19, através do SUAS (Sistema Único de Assistência Social), ou seja, o governo federal enviou para os municípios dinheiro para ajudar a população.


CONTINUA APÓS PUBLICIDADE


Em Simões Filho, cidade da Região Metropolitana de Salvador, por exemplo, desde o mês de março, quando o governo da Bahia iniciou as medidas de isolamento social, o município já recebeu aproximadamente R$ 17 milhões em recursos financeiros para apoio do enfrentamento da pandemia.


Entre esses recursos, foram destinados cerca de R$ 7 milhões para ações emergenciais na saúde, R$ 67 mil para ações de acolhimento aos pacientes infectados, R$ 25 mil para a aquisição de Equipamentos de Segurança (EPIs), entre outros.


A pergunta que não quer calar, cadê esse dinheiro?


A população da cidade tem relatado negligência da gestão pública no que se refere as medidas de prevenção e combate da doença.


Nas chamadas barreiras sanitárias montadas pela prefeitura nas principais entradas da cidade, quando um cidadão solicita uma máscara descartável, quase nunca o matéria está disponível.


Outra queixa comum dos pacientes é com relação aos testes rápidos. Segundo denúncias de populares, na estrutura montada na parte externa da UPA localizada no CIA I, quem chega com sintomas da doença é informado que só poderá realizar o exame se estiver dentro da faixa etária considerada como idosos ou fizer parte do grupo de risco.


O que não justifica o município receber tanto investimento e não utilizar de forma devida, para os fins pelos quais foram destinados, enquanto a população carece de assistência e apoio social.


Fonte: Informe Notícias


"O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.


Esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.

Mas para isso, nós precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos."

61 visualizações

Receba nossas atualizações

redacaonacional

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© Todos os direitos reservados para Milly Comunicação e Marketing. Orgulhosamente criado por admovan criações