• Redação Nacional

Em Vídeo Uziel Bueno, mostra o caos em Simões Filho. Cadê a mudança prometida no Pensa Simões...?

Atualizado: 26 de Jul de 2019


Simões Filho, Boa Terra Boa Gente: Diógenes Tolentino - Dinha, foi eleito em 2016, graças à fatores que contribuíram para a expressiva votação. Com um percentual de 59,33%, dos votos válidos, um total de 34.433 eleitores acreditaram nas propostas contidas no programa de governo, lastreado nas propostas do PENSA SIMÕES FILHO.


DINHA, o candidato:


Ainda como o pré-candidato, o prefeito, Diógenes Tolentino se reuniu, à época, com seu grupo político, lideranças apresentando oficialmente o projeto: Pensa Simões Filho – Frente para Mudar e Avançar.


Afirmando na ocasião: “O povo vai usufruir dos benefícios ou vai sofrer com os malefícios de uma mal gestão”, em tom eleitoral acrescentou durante o evento o ‘alinhamento do grupo político em prol do resgate de uma gestão participativa e de qualidade’.


Havia a promessa de uma gestão participativa, ainda de acordo com Diógenes Tolentino (PMDB), as discussões reforçariam as metas para uma ‘cidade melhor’ e que respeitando o ‘pensamento do povo’ para o crescimento do município de Simões Filho.


PENSA SIMÕES FILHO, continha propostas e apresentava soluções, imediatas, sobre a gestão pública em 16 áreas:


Educação, Saúde, Segurança, Transportes, Mobilidade, Emprego e Renda, Meio Ambiente, Desenvolvimento econômico, mulher, juventude, esportes e lazer, desenvolvimento em cidadania e Inclusão Social, Infraestrutura, Cultura e Turismo, Políticas Administrativas e Agricultura e Pesca.




2 anos de espera, e nada mudou


Os eleitores, a população vive dias de desilusão. Após 2 anos e sete meses da dita gestão da Boa Terra Boa Gente, poucas foram as intervenções realizadas pelo grupo político responsável pela administração pública em Simões Filho.


EDUCAÇÃO:


Já passaram pela pasta 2 secretários. Professor Manoelito Damasceno e o atual secretário, Reginaldo Paiva. O primeiro, chegou sem um amplo conhecimento das necessidades, da geografia política e principalmente sobre as condições da educação em Simões Filho. Aliada à forma centralizadora, do prefeito Dinha, Manoelito Damasceno, viu-se obrigado a solicitar sua exoneração. Em entrevista ao Jornalista, Romário dos Santos, dentro do Programa Panorama de Notícias - 87.9FM, declarou que não pode indicar membros do primeiro escalão, e pasmem, só ficava sabendo das nomeações quando o indicado, pelo prefeito, assumia suas funções.


Reginaldo Paiva - é figura decorativa, e assim como Damasceno, é considerado FORASTEIRO, desde sua posse, até o momento, a sociedade simõesfilhense, não sabe quais seus projetos, quais são suas realizações à frente da pasta, o que vem à público é a crescente insatisfação dos professores, manifestada através da APLB.




TRANSPORTE


Outra pasta que não trouxe, a mudança prometida. Até o presente momento, mesmo com várias discussões em audiências públicas, com a promessa de licitação do sistema de transporte municipal, nada aconteceu, tão pouco o prometido Plano B.


O que temos é um serviço de péssima qualidade, com a população sendo atendida pelo sistema informal, batizado de LIGEIRINHO, onde particulares disponibilizam, em seus veículos, nem sempre com a segurança e bom estado de conservação, a prestação de propiciar a mobilidade do povão entre os bairros, da periferia, e o centro da cidade.


Simões Filho, está na pauta da grande mídia da RMS - Região Metropolitana de Salvador, e a cobrança por melhoria, e uma intervenção da administração, os permissionários pedem socorro, e os membros da SEMOP - Secretaria de Ordem Pública, são expostos à todos, sem condições de prestarem um serviço de qualidade diante da inércia do líder do Executivo.



Em algum momento os moradores/eleitores vão REPENSA, Simões Filho...


Brasil Urgente, BAND, apresentação Uziel Bueno.


"O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.


Esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.


Mas para isso, nós precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos."


Copyright © 2019, Redação Nacional. Todos os direitos reservados.

0 visualização

Receba nossas atualizações

redacaonacional

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© Todos os direitos reservados para Milly Comunicação e Marketing. Orgulhosamente criado por admovan criações