• Redação Nacional

Fla vence Bahia por 5 a 3 com golaços e empolga torcida


O Flamengo reencontrou o bom futebol perdido e, com direito a golaços de Arrascaeta (autor de dois) e Everton Ribeiro, bateu o Bahia por 5 a 3, hoje (2), no Pituaçu. Pedro marcou os outros. Rodriguinho, Élber e Daniel fizeram para os donos da casa. Essa foi a atuação mais convincente do Fla sob o comando de Dome, que vinha sofrendo com críticas mesmo após vitórias. Desta vez, no entanto, a equipe venceu e convenceu.


Com excelente aproveitamento ofensivo, o Rubro-negro deu um baile nos donos da casa e o placar poderia ter sido ainda maior se tivesse havido um pouquinho mais de capricho no toque final. Na próxima rodada, os cariocas, que venceram a segunda consecutiva, recebem no sábado (5) o Fortaleza, às 17h, no Maracanã. Já os tricolores visitam no domingo (6) o Internacional, 16h, no Beira-Rio.


CONTINUA APÓS PUBLICIDADE


O Flamengo fez o seu melhor jogo sob o comando de Domènec Torrent. Com muito apetite, o time encurralou o Bahia e criou muitas oportunidades de marcar. A equipe mostrou evolução física e foi bem na troca de passes rápidos. As muitas baixas não descaracterizaram a equipe, que foi superior ao adversário o tempo todo e mereceu o resultado, embora haja ajustes a serem feitos por Torrent.


O sistema defensivo do Bahia viveu uma noite terrível no Pituaçu. Com erros cruciais de todos os jogadores, os tricolores foram colocados na roda pelos visitantes, que não cansaram de chegar na frente do goleiro Anderson. Fosse pelo lado direito ou esquerdo, o Fla encontrou muita facilidade para criar e se aproveitou dos espaços deixados pelos baianos


Pedro substitui Gabigol e brilha


O atacante Pedro foi o eleito para substituir o artilheiro Gabigol e deu conta do recado. Autor de dois gols, o camisa 21 foi peça-chave na boa atuação rubro-negra na Bahia. Bem no papel de pivô, serviu seus companheiros e abriu espaço para quem vinha de trás. O atacante teve ainda a companhia de luxo de Arrascaeta para brilhar. Os dois comandaram as ações ofensivas e levaram o Fla ao ataque.


Terceiro goleiro do Flamengo, Gabriel Batista se beneficiou das baixas de Diego Alves (lesão no ombro) e César (Covid-19) para atuar, mas falhou contra o Bahia. O jovem não vinha tendo muito trabalho, mas falhou ao cortar o cruzamento de Nino Paraíba que resultou no gol de Élber. Contra o mesmo atacante, no entanto, o camisa 22 fez grande defesa na etapa final.


Everton quase marca nos primeiros segundos


Nos primeiros segundos de jogo, a zaga do Bahia se atrapalhou, Pedro serviu Everton Ribeiro, mas o capitão bateu de direita, a perna ruim, e desperdiçou grande chance para abrir a contagem. A blitz inicial do Fla já era um cartão de visitas do que estava por vir.


Cronologia


Com 1 minuto de jogo, o goleiro Anderson e o zagueiro se atrapalharam na saída e Pedro aproveitou para marcar. Aos 16, Pedro chutou, a bola bateu nas duas traves antes de entrar e o Fla ampliou. Aos 31, Rodriguinho bateu de primeira sem chances para Gabriel Batista. Aos 37, o Fla trocou passes, envolveu a zaga do Bahia e Arrascaeta, de peixinho, aproveitou passe de Isla para fazer o seu. Aos 42, Gabriel Batista saiu mal do gol, rebateu no pé de Élber e o atacante diminuiu. Aos 2 da etapa final, Everton Ribeiro deu um lençol em Zeca e acertou uma bomba. Aos 6, Pedro Rocha tocou e Arrascaeta bate para marcar o quinto. os 44, Daniel chutou forte e não deu chances a Gabriel .


A chuva caiu com força em Salvador durante alguns momentos da partida. Apesar do volume da água, o campo do Pituaçu resistiu bem e a bola rolou bem ao longo dos 90 minutos.


BAHIA x FLAMENGO

Competição: Campeonato Brasileiro (7ª rodada)

Data e horário: 2/09/2020 (quarta-feira), às 20h30 (de Brasília)

Local: Estádio de Pituaçu, em Salvador (BA)

Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)

Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e José Reinaldo Nascimento Junior (DF) VAR: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (PB)

Gols: Pedro, a 1 minuto do primeiro tempo; Pedro, aos 16 minutos do primeiro tempo; Rodriguinho, aos 31 minutos do primeiro tempo; Arrascaeta, aos 37 minutos do primeiro tempo; Élber, aos 41 minutos do primeiro tempo; Everton Ribeiro, aos 2 minutos do primeiro tempo. Arrascaeta, aos 6 do segundo tempo. Daniel, aos 44 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos: Juninho Capixaba (BAH), Thuler, Diego (FLA)


BAHIA: Anderson; Nino Paraíba; Lucas Fonseca, Juninho e Zeca (Juninho Capixaba); Elton (Edson), Daniel e Rodriguinho (Jadson); Rossi (Marco Antonio), Élber e Gilberto (Saldanha). Técnico: Roger Machado.


FLAMENGO: Gabriel Batista; Isla (Thuler), Rodrigo Caio, Léo Pereira e Renê; Willian Arão, Thiago Maia (Diego) e Everton Ribeiro, Pedro Rocha (Michael), Arrascaeta (Vitinho) e Pedro (Lincoln). Técnico: Domènec Torrent.


Fonte: Redação, Uol


"O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.

Esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.

Mas para isso, nós precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos."

25 visualizações

Receba nossas atualizações

redacaonacional

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© Todos os direitos reservados para Milly Comunicação e Marketing. Orgulhosamente criado por admovan criações