• Redação Nacional

Grêmio supera Fortaleza em Caxias do Sul e deixa a zona da degola


Foi no sufoco, mas o Grêmio venceu o Fortaleza por 1 a 0 no Estádio Centenário, na noite deste sábado, em duelo válido pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. O único gol do jogo saiu com Pepê, na reta final do segundo tempo. Com o placar, o Tricolor deixa a zona do rebaixamento, na 13ª colocação, com oito pontos somados. O Leão é o 16º, com sete.


Na próxima rodada, o Grêmio visita o Botafogo, no Nilton Santos. Enquanto isso, o Fortaleza recebe o Cruzeiro, na Arena Castelão.

A PARTIDA

O jogo começou morno na fria Caxias do Sul. Com o Grêmio sonolento, o Fortaleza conseguia prender bem a marcação e não dava espaços ao Tricolor.

A primeira oportunidade só veio aos 21 minutos com Thaciano. Em conclusão de cabeça, o volante assustou Felipe Alves.

O lance animou o Grêmio que ainda teve mais duas chances com Felipe Vizeu e Thaciano. Porém, as duas conclusões saíram pela linha de fundo.

Na etapa final, o Fortaleza se atirou um pouco mais e rondava a grande área de Paulo Victor. Incomodado com a postura dos comandados, Renato Gaúcho não perdeu tempo e promoveu a entrada de Pepê no lugar de Felipe Vizeu, que saiu irritado e não cumprimentou o treinador.

A troca surtiu efeito para os gaúchos. O Grêmio ganhou o meio-campo e pressionava o adversário, que encontrava dificuldades na saída de jogo. Jean Pyerre, pensador do Tricolor, levantou na grande área e Tardelli por muito pouco não abriu o placar.

Se pelo chão estava difícil do Grêmio resolver, o jeito foi apostar na bola aérea. Após cobrança de escanteio, Geromel desviou e Felipe Alves fez um milagre.

Aos 27 minutos, o VAR entrou em ação. Osvaldo cometeu falta dura em Léo Moura e recebeu amarelo. Após aviso do árbitro de vídeo, Sávio Pereira Sampaio reviu o lance e expulsou o atacante do Leão.

Com um jogador a mais, o Tricolor Gaúcho aumentou a pressão no ataque, mas não finalizava. A troca de passes chegava a ser exagerada e o Fortaleza conseguia segurar o resultado.

Quando tudo parecia resolvido, Pepê brilhou. Em passe de Jean Pyerre, o camisa 25 saiu na cara de Felipe Alves. Ele só tocou no contrapé e saiu para comemorar: 1 a 0. E alívio para o tricolor gaúcho.

3 visualizações

Receba nossas atualizações

redacaonacional

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© Todos os direitos reservados para Milly Comunicação e Marketing. Orgulhosamente criado por admovan criações