• Redação Nacional

Hackers: Grampearam celulares de Jair Bolsonaro, diz Polícia Federal


Grupo preso na Operação Spoofing, que investigou a invasão de celulares do ministro Sergio Moro e outras autoridades, também hackeou os celulares de Jair Bolsonaro.


O Ministério da Justiça e Segurança Pública foi informado pela Polícia Federal de que aparelhos celulares de Bolsonaro foram alvos. Por questão de segurança nacional, o fato foi comunicado ao presidente da República.


Operação Spoofing


A Polícia Federal (PF) prendeu quatro suspeitos de terem invadido os celulares do ministro da Justiça, Sergio Moro, e do procurador Deltan Dallagnol, chefe da Força-Tarefa da Operação Lava Jato.

Foram cumpridas 11 ordens judiciais, sendo sete mandados de busca e apreensão e quatro mandados de prisão temporária, nas cidades de São Paulo, Araraquara e Ribeirão Preto. As pessoas detidas foram transferidas para Brasília para prestarem depoimentos.


De acordo com a PF, a operação, chamada de Spoofing, mira uma “organização criminosa que praticava crimes cibernéticos” e “as investigações seguem para que sejam apuradas todas as circunstâncias” das infrações praticadas. As ordens foram assinadas pelo juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília.


Outras invasões


A Polícia Federal também começou a investigar a suposta invasão ao celular do ministro da Economia, Paulo Guedes. O pedido foi do próprio Ministério, que informou que na noite da última segunda-feira (22) vários jornalistas receberam mensagens e ligações em nome do ministro por meio do aplicativo Telegram. De acordo com a nota, Paulo Guedes nunca teve conta nesse serviço e o número do qual saíram as mensagens já está sendo desativado.


Este é o terceiro caso de invasão envolvendo pessoas ligadas ao Governo Federal em pouco mais de um mês. No fim de semana, a líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL) também relatou ter sido alvo de hackers e disse que acionou a polícia para investigar o caso.

NOTA POLÍCIA FEDERAL


"O Ministério da Justiça e Segurança Pública foi, por questão de segurança nacional, informado pela Polícia Federal de que aparelhos celulares utilizados pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, foram alvos de ataques pelo grupo de hackers preso na última terça feira", diz a nota.


A pasta também afirma que "por questão de segurança nacional, o fato foi devidamente comunicado ao presidente da República".

* Com informações JP


"O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.


Esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.


Mas para isso, nós precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos."


Copyright © 2019, Redação Nacional. Todos os direitos reservados.

28 visualizações

Receba nossas atualizações

redacaonacional

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© Todos os direitos reservados para Milly Comunicação e Marketing. Orgulhosamente criado por admovan criações