• Redação Nacional

Luciano Almeida, após sofrer agressão pede renúncia de Comissões




Luciano Almeida, uma das figuras mais polêmicas da polítca em Simões Filho, 6ª economia do estado da Bahia, importante cidade da Região Metropolitana de Salvador.


Um agente político que trás, em sua trajetória erros, acertos, desafetos e correligionários. Uma das suas principais características é a coragem, em posicionar-se e mudar de corrente política, ou grupo.


DUPLA RENUNCIA


Provavelmente, incomodado com a posição corporativista dos demais vereadores e do líder do Executivo, durante a Sessão Ordinária, que aprovou as contas do exercício 2016, da administração do Prefeito Dinha, deve ter sido o que motivou o Vereador Luciano Almeida na tribuna, informar que estaria renunciando aos cargos, exercidos por ele, nas Comissões de Justiça e Finanças e Saúde.


SINALIZAÇÃO


Ao avaliar tal decisão pode-se imaginar que Luciano Almeida, não aceitará medidas paliativas, por parte dos membros da Comissão de Ética, no que refere-se à punição a ser impetrada ao vereador que o agrediu, durante reunião da Comissão de Justiça da Câmara de Vereadores de Simões Filho. Não será nenhuma surpresa, diante do perfil combativo do Edil, se o próximo passo for anúncio de ida para oposição ou até mesmo trilhar uma conduta política de independência.


SILÊNCIO CONSTRANGEDOR


Após mais de 48 horas, sem nenhuma posição dos membro da Comissão de Ética, Presidência da Casa Legislativa, tão pouco dos Edis que presenciaram o ato de violência, o que se viu nas Redes Sociais, foi o compartilhamento de diversas fotos, vídeos, do Vereador que em um rompante de descontrole, atingiu com um SOCO o rosto do seu companheiro de parlamento, causando-lhe sério problemas na retina.


PODER EXECUTIVO


Qual a incoerência destas publicações, questiona-se o Prefeito Dinha, a cumplicidade diante de ato tão desabonador ao Legislativo, independentemente, das supostas motivações, o líder da administração publica e Simões Filho, deixar posicionar-se publicamente, diante do fato tão grave e absurdo.


Ao contrário, contrariando toda lógica deixa-se fotografar, sorrindo, ao lado do referido edil, sem nenhuma demonstração de constrangimento ou ato, público, de solidariedade ao vereador agredido. Além de exercer o comando político, na atual administração, Dinha é um expoente da religião cristã, tem desgastado a imagem do prefeito junto à comunidade evangélica.


Em uma avaliação muito particular, existe contradições na condução de determinados procedimentos dentro da atual gestão. Uma dificuldade em agir dentro das regras e padrões éticos, deixando para o bem de todos acordos que comprometem à ordem e a relação harmônica entre os poderes. Sejamos, portanto, uma cidade gerida em obediência às leis e ao que determina o RI - Regimento Interno da Câmara de Vereadores.


Entenda o caso:


https://www.redacaonacional.com.br/post/simões-filho-durante-reunião-de-comissão-o-bambu-gemeu-soco-agressão-e-ameaça-de-tiros


"O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.


Esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.


Mas para isso, nós precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos."


Copyright © 2019, Redação Nacional. Todos os direitos reservados.


64 visualizações

Receba nossas atualizações

redacaonacional

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© Todos os direitos reservados para Milly Comunicação e Marketing. Orgulhosamente criado por admovan criações