• Redação Nacional

MAGNO REIS: Dinha, não entregou a população as mudanças prometidas no Pensa Simões Filho...




CARTA DE REPÚDIO AO GOVERNO

da Boa Terra Boa Gente

Prometida mudança do Pensa Simões Filho não chegou


A cidade de Simões Filho já está completando 2 ano e 6 meses, sob gestão do prefeito Diógenes Tolentino – Dinha – PMDB. Eleito, após 3 tentativas frustradas, ancorado em uma bem sucedida estratégia de marketing político, com várias incursões nos bairros com a apresentação do abandono da cidade, sobre o mandato do então prefeito Eduardo Alencar, apontando as principais carências.


O PENSA SIMÕES FILHO, apresentava a realidade e convencia a população, com apresentação de slides, contendo uma série de promessas do que viria a ser o seu plano de governo. Lamentavelmente a população de Simões Filho, já caiu na realidade de que foi enganada. Dinha e seu grupo político não demostraram, nenhuma novidade na condução política, tão pouco houve o choque de gestão com a transformação e implantação das promessas, do PENSA SIMÕES FILHO, são escassas as realizações da atual gestão. A Boa Terra Boa Gente, só existe no fantástico mundo do marketing.



EDUCAÇÃO: A cidade neste período de governo do prefeito Dinha, já contabilizou 2 secretários de Educação. Manoelito Damasceno, que não conhecia a realidade da Rede Pública Municipal, tão pouco as reais condições do ensino fundamental e médio, sob responsabilidade da prefeitura. Dinha, na sua forma centralizadora de administrar, não deu ao Professor Manoelito Damasceno, não montou a sua equipe de trabalho, conviveu com vários entraves burocráticos e políticos. Como resultado, não restou outra saída se não o pedido unilateral de exoneração. O prefeito Dinha poderia aproveitar e corrigir o rumo da Secretária de Educação, pois temos excelentes profissionais em Simões Filho, que poderiam dar sua contribuição, na melhoria da política municipal de educação.... Na Secretaria de Desenvolvimento Econômico, uma demonstração de que não há projeto de atração de investimentos já foram empossados e substituídos.:


Nilton Novaes x Uilton Ramos de Alencar x Capitão Bartolomeu, um quebra constante de nomes a cada 8 meses, mudando a equipe de interlocução com os empresários que querem


FORASTEIROS: Graças aos acordos políticos, aliado à extrema dependência ao Democratas, (DEM), foi nomeado mais um forasteiro. Reginaldo Paiva, com todo respeito ao curriculum, o nomeado exerce uma ação decorativa, pois não temos uma ação de impacto ou melhoria dos índices de avaliação. Estamos com atraso na entrega do fardamento, merenda, reforma de escolas em pleno período de aulas, funcionários desvalorizados e o IDEB – Indice de Desenvolvimento da Educação Básica, em queda livre.


2017 – Primeiro ano do governo Dinha.


Ensino do 6º ao 9º ficou com 2,9 pontos.


A média considerada ideal estava em 4,1 pontos, os alunos da rede municipal de ensino ficaram 1,2 pontos.


Dinha x Eduardo Alencar: É costume do prefeito Dinha, sempre, apresentar gráficos e informações contrárias ao seu adversário, porém os números não favorece a atual administração. Pois. no exercício de 2015, com o ex-prefeito Eduardo Alencar, a educação de Simões Filho registrou no Ensino Fundamental que vai do 1º ano ao 5º ano, alcançou a meta projetada para 2017, com 4,5 pontos.,


TRANSPORTE: O sistema de transporte, em Simões Filho, está completamente deteriorado, diversos bairros a prestação de serviço é criticada pela população, uma frota completamente sucateada, uma gestão à frente da SEMOB – Secretária de Mobilidade Urbana, que não atende às reais necessidades da população e dos permissionários, a COPEL – Comissão Permanente de Licitação, não consegue elaborar um pregão de licitação, com uma proposta que atraia as grandes empresas, os moradores de Simões Filho estão sendo atendidos no seu direito de mobilidade, pelo sistema apelidado de “LIGEIRINHO” , que seria uma solução imediata para o caos, quando regulamentado supre as necessidades da população por hora!

Saúde, Limpeza Urbana, Infra estrutura urbana, reordenamento do solo, o caos é total, ficando evidente para a população que não existe um plano de governo, não existe planejamento.



O Poder Executivo está administrando tão somente para atender os problemas do dia-a-dia, pouco ou quase nada de concreto foi apresentado por um governo que prometeu mudança. Comemora-se roçagem e poda de árvore como sendo a excelência em serviços públicos.

Uma administração que se aproveita, das ações de terceiros.: SAC, Viaduto, Policlínicas, Viaturas Tamanho G, sem realizado as promessas de revolucionar a educação, tendo pintado as escolas após inicio das aulas, serviços de péssima qualidade que precisou ser refeito, transporte só funciona graças ao Ligeirinho, Postos de Saúde sem medicamentos, funcionários e médicos.


A cidade foi totalmente invadida por sinaleiras sem um estudo técnico, travando ainda mais o trânsito, não existe sinalização horizontal, faixa de pedestres, enganou a população divulgando a compra de mais de 600 mil reais em pesticida e a cidade convive com epidemia de ratos, baratas, escorpiões.




"JOTAJEGUE": O descaso com o povo da Boa Terra Boa Gente, é total. A JOTAGÊ, empresa ligada a família do ex-governador Paulo Souto, presta um dos piores serviços de coleta, varrição na RMS, e mesmo assim teve aditivo de contrato, o serviço de roçagem é realizado por animais.




LIXÃO: Em uma ação completamente desordenada temos o caso da NATURALLE, onde os órgãos de fiscalização já deram vários pareceres contrários e o governo Dinha insiste em tocar o empreendimento, em desacordo com o estabelecido na LEI 995/2016, outorgada após a elaboração e aprovação na Câmara de Vereadores de Simões Filho o PDDM – Plano Diretor de Desenvolvimento Municipal, do qual participei ativamente das audiências públicas..

Estive junto com ambientalistas, deputados, vereadores, sindicalistas e o movimento Nossa Água, Nossa Terra Nossa Gente, na Comissão de Meio Ambiente – Assembleia Legislativa do Estado da Bahia, mais uma vez ratificando posição contrária à instalação deste empreendimento, nefasto e que trará sérias consequências para próximas gerações, com o risco iminente de vir a poluir o aquífero de São Sebastião no Vale do Imtaboata.


Concluo essa carta aberta à população de Simões Filho com o sentimento de que prefeito Diógenes Tolentino e seu grupo político, lamentavelmente, são um exemplo claro de que a mudança “vendida” e prometida através do PENSA SIMÕES, na campanha das eleições 2016, não foi e tão pouco será entregue. E na minha visão, vivemos sob administração de um governo que se preocupa muito mais com os conchavos e acordos políticos eleitorais do que com o bem estar da população.


Magno Reis


Redação Nacional:


O texto e opiniões aqui expostas são de inteira responsabilidade do autor, da referida Carta à população da cidade de Simões FIlho - BA. Agradecemos, ao autor a confiança em nosso veículo.

88 visualizações

Receba nossas atualizações

redacaonacional

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© Todos os direitos reservados para Milly Comunicação e Marketing. Orgulhosamente criado por admovan criações