• Redação Nacional

No universo político é Sempre é mais fácil culpar os outros.



Simões Filho terá ou não a instalação do Lixão da Naturalle...?


A Deputado José de Arimatéia, atendendo ao oficio encaminhado à Comissão de Meio Ambiente da ALBA, pelo Gabinete do Deputado Eduardo Alencar, realizou uma inspeção no local do empreendimento.





O gabinete da Presidência transformou-se em uma arena. A cada pronunciamento, as autoridades encaminhavam a culpa para o adversário.


TERMO DE ANUÊNCIA


A maior parte do tempo ficou reservada para as acusações do Prefeito Dinha, Elias Melo – Secretário do Meio Ambiente, e vereadores da base, ao culparem Paulo da Tupy, por ter assinado o famigerado Termo de Anuência, segundo os membros do governo da Boa Terra Boa Gente, Paulo da Tupy, emitiu documento afirmando que o município de Simões Filho aceitava a implantação do Aterro / Lixão, em documento assinado em 01.02.2016.




Alberto de Avelar participou ativamente, das Audiências Públicas, Consultas Populares, onde foram definidos os aspectos legais, atendendo a vontade da população na formatação dos itens e propostas contidas no PDDM.

Com autoridade e conhecimento, sobre os aspectos legais da Lei 995/2016, Alberto Avelar, revela abaixo suas impressões sobre o Aterro /Lixão e, principalmente, a ação dos agentes públicos.:


PLANO DIRETOR DE DESENVOLVIMENTO MUNICIPAL - 995/2016


Sancionada em 16 de Julho de 2016 portanto revogaria automaticamente este Termo de Anuência já que as diretrizes da área, determinada como de preservação ambiental naquela região não atendia as necessidade contidas no referido Termo de Anuência...


PDDM


Em seu artigo 120 determina que o gestor Municipal após a publicação da Lei, deveria colocar em funcionamento a Agência de Desenvolvimento, em corpo jurídico de OSCIP, responsável por criar os Conselhos, com corpo jurídico de ONG, além colocar em funcionamento uma mesa diretora formada por referendo e a ampla participação popular.



GOVERNO DA BOA TERRA BOA GENTE

O Secretário Elias Melo, e o Prefeito Diógenes Tolentino, cometeram uma ilegalidade e agravo ao Principio da Administração Pública artigo 37 da Constituição além é claro do crime Ambiental, porque sabia da existência do PDDM sancionado Lei em 16 de Julho de 2016 e que entraria em vigor no período de transição de Governo.


COMISSÃO DE MEIO AMBIENTE


Após ter ouvido os argumentos dos envolvidos na questão das liberações das licenças, o Deputado José de Arimateia, decidiu convocar uma audiência Pública, a ser realizada na Sala da Comissão de Meio Ambiente, Seca e Recurso Hídricos , no próximo dia 12 de junho do corrente ano.





RESPOSTA


A sociedade Simõesfilhense quer que o prefeito Dinha, responda a pergunta formulada pelo Deputado Eduardo Alencar, na presença de todos os presentes... Prefeito Dinha, ou senhor é á favor ou contra a aprovação da implantação da Central de Resíduos Inertes – denominado pela sabedoria popular como Lixão....!!

O povo pede através de cartazes e faixas para que o prefeito dê uma RevogaDinha...

Redação Nacional



27 visualizações

Receba nossas atualizações

redacaonacional

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© Todos os direitos reservados para Milly Comunicação e Marketing. Orgulhosamente criado por admovan criações