• Redação Nacional

Pacto Alegre: 24 projetos selecionados para transformar a capital gaúcha

Representantes das mais de 80 entidades se reuniram na última sexta


Um total de 24 projetos de diferentes áreas, envolvendo setores público e privado, foi aprovado pelos integrantes da mesa do Pacto Alegre – iniciativa coletiva que procura estimular a inovação e a cidadania na Capital. Entre as metas acordadas no encontro realizado no campus da Unisinos estão a realização de um grande evento anual na cidade, melhorias no serviço público, na educação, na saúde e na qualidade da água, entre outros objetivos.


Os projetos contemplam sete eixos diferentes: imagem da cidade, modernização da administração pública, educação e talentos, ambiente de negócios, transformação urbana, qualidade de vida e propostas estratégicas. Todas as 19 ideias aprovadas nas reuniões de preparação foram chanceladas por representantes das mais de 80 entidades que formam a mesa, que incluíram ainda outras cinco propostas estratégicas para a cidade na lista de ações.


Um pacto pela transformação


A partir de agora, cada iniciativa começará a ser colocada em prática já com uma data para apresentar os primeiros resultados: o final de novembro deste ano. No dia 2 de dezembro, uma nova reunião do Pacto Alegre vai analisar os primeiros resultados e definir os passos seguintes.


– O encontro foi muito produtivo, e continuamos com as portas abertas para novas pessoas e entidades se engajarem – diz o coordenador do pacto, Luiz Carlos Pinto da Silva Filho.

Todos os participantes votaram nos projetos preferidos. O chamado POA 2020, que prevê a realização de um grande encontro anual de inovação na cidade, recebeu 100% de apoio. Na mesma área, outra iniciativa vai procurar uma nova marca para a Capital.


– Entender e promover a singularidade de uma determinada região reforça a economia local, cria senso de pertencimento, possibilita a atração de investimentos, talentos, visitantes e, acima de tudo, melhora a qualidade de vida – afirma Daniela Lompa Nunes, uma das responsáveis.


Outras propostas são ainda mais desafiadoras. A Start.gov vai procurar disseminar a cultura de startup no serviço municipal de Porto Alegre. O diretor de Inovação do município, Paulo Renato Ardenghi Rizzardi, afirma que os primeiros passos já estão previstos, como a oferta de cursos de formação para servidores e o lançamento de um edital para estabelecer parcerias com startups.


– O projeto está andando de forma brilhante. Os participantes estão entendendo muito bem a importância de cada passo – comemora o consultor espanhol Josep Piqué.


Redação Nacional / Agencia RBS

Foto: Fernando Gomes

6 visualizações

Receba nossas atualizações

redacaonacional

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© Todos os direitos reservados para Milly Comunicação e Marketing. Orgulhosamente criado por admovan criações