• Redação Nacional

Perdeu...!!! empresário ‘Rei Arthur’ é preso em Miami


O empresário Arthur Cesar de Menezes Soares Filho foi preso em Miami, nos Estados Unidos. A informação foi divulgada pela TV Globo nesta sexta-feira (25). Ainda não se sabe quando ele foi preso e nem se será extraditado para o Brasil.

Arthur é acusado de envolvimento na compra de votos para a eleição do Rio de Janeiro como sede das Olimpíadas de 2016 e estava foragido desde 2017, constando na lista de procurados da Interpol.


Uma reportagem do “Fantástico” exibida em agosto mostrou que o empresário levava uma vida de luxo na cidade norte-americana, motivo pelo qual ficou conhecido como “Rei Arthur”.


FANTÁSTICA, VIDA DE LUXO

Uma reportagem do Fantástico, no domingo (18), mostrou a vida de luxo de Arthur Soares, conhecido como o “Rei Arthur”. Foragido da Lava Jato, o empresário é acusado de envolvimento na compra de votos para a escolha do Brasil como sede dos Jogos Olímpicos de 2016 e foi citado na delação de Sérgio Cabral.


Vivendo em Miami, nos Estados Unidos, Arthur tem uma ordem de prisão expedida contra ele desde 2017 e integra a lista de procurados da Interpol.


Cabral, para garantir a escolha do Rio de Janeiro, contou com Arthur para bancar o negócio.“Chamei o Arthur Soares na minha casa e expus para ele a necessidade do dinheiro para obter esses votos. Nenhum problema. Isso entra aqui na nossa configuração de compromissos, nenhum problema, foi debitado do crédito que eu tinha com ele”, lembra Cabral em depoimento.

Conforme Cabral informou à Justiça Federal, o empresário teria sido recompensado com contratos direcionados no Centro de Operações Rio, mantido pela prefeitura, e no Centro de Diagnóstico por Imagem (Rio Imagem), gerido pelo Estado.


A reportagem da Globo mostra o “Rei Arthur” caminhando tranquilamente pelas ruas de Miami Beach, falando em português ao telefone, curtindo refeições em restaurantes caros, de 300 reais por pessoa. Ele dirige um Maserati, carro de luxo, no valor de 530 mil reais.

O MP chegou a pedir a extradição do empresário, mas não obteve sucesso. Enquanto isso, vive tranquilamente e não respondeu aos questionamentos da reportagem da Globo.



" O jornalismo tem o papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.


Esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.


Mas para isso, nós precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos."


Copyright © 2019, Redação Nacional. Todos os direitos reservados.

32 visualizações

Receba nossas atualizações

redacaonacional

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© Todos os direitos reservados para Milly Comunicação e Marketing. Orgulhosamente criado por admovan criações