• Redação Nacional

PERMISSIONÁRIO: Desabafa "o prefeito nos decepcionou, ele não vai dá os 600,00 ele tá todo C....."


Simões Filho - Os permissionários do Mercado Municipal do Município da RMS - Região Metropolitana de Salvador, com uma das maiores arrecadações dentre os 417 municípios do Estado da Bahia, passam à vários meses a sua pior crise.


Em recente entrevista, concedia à Rádio Sucesso, comando do âncora Roque Santos, ao ser questionado sobre a reforma do mercado e se havia abandonado os permissionários o prefeito DINHA - MDB, respondeu que foi entregue, pelos permissionários uma proposta, ele apresentou outra e todas as ações sobre o mercado foi realizada em comum acordo.


Os permissionários, que mantiveram contato com o Redação Nacional, negam ter sido feita qualquer proposta ao prefeito, continuam afirmando que foram expulsos, sob alegação de que seria feita uma limpeza e não mais permitiram o retorno deles.


FRUSTRAÇÃO, DECEPÇÃO & CRISE FINANCEIRA


A Prefeitura Municipal de Simões Filho - através da SEMOP - Secretária de Ordem Pública, em seus primeiro contatos com os permissionários, sempre informou que não haveria prejuízos, que todos teriam outro local para realizarem suas atividades comerciais.


CONTINUA APÓS PUBLICIDADE


Aos permissionários ficou o sentimento de decepção, aliado a uma grave crise financeira, sem um local digno para trabalhar muitos alegam dificuldades em pagar os seus compromissos, empréstimos tomados com agiotas, bancos, fornecedores.


O clima de incerteza e insegurança tem causando uma série de problemas de saúde, depressão e perda das condições de manutenção da família.


Muitas famílias de permissionários, choram a perda de seus parentes, muitos estão sobrevivendo de doações, essa é a afirmação transmitidas por algumas lideranças que, mais uma vez, procuraram o Redação Nacional, para denunciar e pedir, atenção do prefeito Dinha em disponibilizar um local para que todos possam recomeçar suas atividades, a situação é de total desespero.


Foi encaminhado ao Redação Nacional, o desabafo do Sr. Edvaldo - Setor de Confecções, onde afirma que o prefeito Dinha, não irá cumprir a promessa, sobre os R$ 600,00 - "Dinha, não vai dar os seiscentos Reais, Dinha tá todo C...."


PROPAGANDA OFICIAL DA PMSF


Conforme a própria publicidade oficial o valor ficou bem abaixo, com a participação do próprio Sr. Edvaldo o Cartão do Programa Boa Gente, foi amplamente divulgado contendo um auxílio emergencial no valor de "apenas" R$ 220,00 - Duzentos e Vinte Reais, bem abaixo do prometido, R$ 600,00, causando uma grande frustração e quebrando o elo de confiança entre os permissionários e o prefeito Dinha. Uma vez que a grande maioria sempre acreditaram na palavra empenhada pelo líder do executivo.




Nota do Redação: Todas as informações foram transmitidas ao departamento de jornalismo do Redação Nacional, e já divulgados nas Redes Sociais, por permissionários, que buscam chamar a atenção da PMSF para a situação crítica que se encontram as famílias que dependem do Mercado Municipal para sustentarem suas famílias.


"O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.

Esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.

Mas para isso, nós precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos.



299 visualizações0 comentário