• Redação Nacional

Pragmatismo, como assim...? 'Qual vai ser sua escolha?' diz Nelson Teich investir em idoso ou jovem


Em um vídeo direcionado a médicos da área de oncologia, o novo ministro da Saúde, Nelson Teich, falou sobre a realidade do Sistema Único de Saúde (SUS) brasileiro, em que médicos e administradores têm que lidar diariamente com a gestão de recursos escassos e fazer escolhas, muitas vezes árduas. Escolhas como entre a vida de um paciente jovem ou a de um idoso, como no exemplo citado por Teich.


“Como você tem dinheiro limitado, você vai ter que fazer escolhas. Vai ter que definir onde você vai investir. Eu tenho uma pessoa mais idosa que tem uma doença crônica avançada e ela teve uma complicação. Para ela melhorar eu vou gastar praticamente o mesmo dinheiro que eu vou gastar em um adolescente que está com problema. O mesmo dinheiro que eu vou investir. É igual. Só que essa pessoa é um adolescente, que vai ter a vida inteira pela frente e outra é uma pessoa idosa, que pode estar no final da vida. Qual vai ser a escolha?”, disse o ministro em um vídeo postado em 17 de abril de 2019 canal do Grupo Oncologia Brasil, empresa de educação médica independente com foco em tratamento de câncer.


A falta de recursos financeiros e de infraestrutura é um dos problemas crônicos do SUS. Segundo Nelson Teich, o investimento do governo dos Estados Unidos em 2019 foi de 11.500 dólares por pessoa, contra 500 dólares per capita no Brasil. Portanto, o novo ministro defende um prévio mapeamento das necessidades da população, para se aplicar o dinheiro da melhor forma.


“Duas coisas são importantíssimas na saúde hoje. O dinheiro é limitado e você tem que trabalhar com essa realidade. A segunda coisa: escolhas são inevitáveis. Quais vão ser as escolhas que você vai fazer?”, disse.


No vídeo, Teich prega a necessidade de o sistema público de Saúde prover uma “oncologia sustentável, acessível e justa”. Para o novo ministro, também deve haver máxima eficiência na administração dos recursos da saúde, tanto com relação ao dinheiro, quanto no uso de equipamentos.



"O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.

Esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.


Mas para isso, nós precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos."


Copyright © 2019, Redação Nacional. Todos os direitos reservados.

122 visualizações0 comentário

Receba nossas atualizações

redacaonacional

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© Todos os direitos reservados para Milly Comunicação e Marketing. Orgulhosamente criado por admovan criações