• Redação Nacional

Professores Reda, diante do corte de salário, rogam ao prefeito Dinha para que tenha sensibilidade


Pensa Simões Filho... Quantos foram os compromisso assumidos na direção da suposta "mudança" na execução das políticas públicas, repassadas aos eleitores, às pessoas da melhor idade.


As soluções eram sempre apresentadas com a certeza, concreta da sua realização, pois nos vários discursos, dentro da pré campanha e após os primeiros meses da gestão dita da "Boa Terra Boa Gente", a cidade de Simões Filho, faria uma ruptura e mudaria da "água para o vinho..."


EDUCAÇÃO


Tido como o principal pilar para transformação de uma país, de uma sociedade, temos que rever a história e lembrarmos da reconstrução impressionante do Japão, após a Segunda Guerra Mundial.


O sistema educacional, que já era extremamente qualificado. Com isso, o país conseguiu se apoiar para fazer com que conseguisse formar um grande número de profissionais técnicos e de cientistas altamente qualificados, que serviram de mão de obra para reerguer a nação nipônica.


Simões Filho


Contrariando, todas as suas promessas contidas no seu Programa Político "Pensa Simões Filho", o prefeito Diógenes Tolentino Oliveira - MDB, vira-se contra o principal eixo de mobilidade social que é a Educação, e de forma autoritária, em um ato que não foi discutido com APLB, ou diretamente com os professores, e suspende o contrato dos professores REDA, deixando-os, neste momento de PANDEMIA, sem ter condições financeiras de manter suas famílias. Corta-se , centenas de salários, dos mestres, e mantém em sua estrutura de governo as nomeações políticas, os altos ganhos do alto escalão, mesmo após a recente ação de redução, miníma, dos vencimentos do prefeito, vice, superintendentes...


O Redação Nacional, publica abaixo, uma mensagem dos Professores Reda's. Um pedido, respeitoso, e recheado de surpresa diante da falta de diálogo, uma suplica para a revogação da medida que trará sérias consequências no orçamento e manutenção das famílias dos nosso mestres.


Nós Professores Reda, respeitosamente lhes encaminhamos essa Carta Aberta, prefeito Diógenes Tolentino, na esperança de que possamos sensibilizá-lo diante de tão drástica decisão que afeta-nos bem como à nossas famílias...


Ao nosso querido prefeito, a categoria de professores REDA's é muito grata a vossa pessoa enquanto chefe, por sempre honrar com o pagamento do nosso salário em dia e muitas vezes, antes da data.


Porém, no último dia do mês de maio, fomos pegos de surpresa ao ler no rodapé do nosso contracheque a informação de que nossos contratos foram suspensos até o retorno das aulas.


Pedimos sensibilidade ao senhor para que, se proceder esta informação ( já que não foi comunicado em nenhum meio oficial) o senhor mantenha com o nosso pagamento.


Só temos essa renda como meio de manutenção da nossa família, da nossa casa.


Por favor prefeito Dinha, nós confiamos no seu caráter humanitário e de empatia conosco. Não queremos acreditar que o senhor tenha concordado com isso.


Até porque fazer um comunicado nesse nível de seriedade, numa maneira tão humilhante foi vergonhoso para nós.


Contamos com o senhor prefeito Diógenes Tolentino, nosso amigo que intimamente chamamos de Dinha, porque temos acesso para isso.


Ass: Professores REDA's.



" O jornalismo tem o papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.


Esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.


Mas para isso, nós precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos."


Copyright © 2019, Redação Nacional. Todos os direitos reservados

305 visualizações

Receba nossas atualizações

redacaonacional

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© Todos os direitos reservados para Milly Comunicação e Marketing. Orgulhosamente criado por admovan criações