• Redação Nacional

Salvador: São João em Paripe movimenta economia do subúrbio ferroviário


No São João de Paripe, em Salvador, milhares de reais circulam de mão em mão, passando do público, que se diverte com as atrações, para o vendedor de algodão doce, para as meninas que vendem cerveja em sociedade no isopor, para as barraquinhas de comidas e de lembranças.  No domingo (23), as atrações Solange Almeida e Simone e Simaria, patrocinadas pelo Governo do Estado, por meio da Bahiatursa, atraíram uma multidão para a Praça João Martins, onde um palco com alta tecnologia está montado para o evento, movimentando a economia local.



A comerciante Beth Nobre, 54 anos, conta como surgiu seu negócio. Ela montou um barzinho aconchegante na esquina da praça, com bebidas geladas, tira-gosto e mesas mais reservadas, atraindo um público que não quer ficar em pé no meio da multidão. “A gente mora aqui e aproveitou a garagem para montar um salão de beleza e ua loja de moda praia. Nessa época de festa, a gente improvisa esse barzinho. E já dá para fazer um planejamento, nessa época dá para tirar um trocado e pagar as dívidas”.


São vários os nichos de mercado. Tem o depósito de bebidas que abastece todos os pequenos vendedores, tem os donos de franquias, que ficam abertos durante os shows, e tem também os mototaxistas, que levam e trazem as pessoas em segurança para a festa. O mototaxista Fábio Sampaio também aposta na festa para reforçar a renda. “Dá pra fazer um planejamento sim. A gente realmente reforça a renda, dá para fazer um dinheiro extra, se planeja, compra alguma coisa para a família e ainda dá para curtir um pouquinho do São João também, com o que a gente conseguiu aqui”.

A cantora Solange Almeida foi a segunda atração da noite de domingo e fez o público dançar muito forró. “Esta é a melhor época do ano para mim, a gente traz do interior a fogueira que a gente faz na calçada, o licor, o milho, a pamonha e o forró, que forró é vida. É importante que o Estado cumpra esse papel de resgatar a cultura. O São João antigamente acontecia mais no interior, Salvador ficava mais restrito. Eu achei essa iniciativa incrível, de trazer o São João para os bairros, aproximar o público dos artista, isso é fundamental”, afirmou a cantora.


A programação começou com Irmanada, às 18 horas. Solange Almeida se apresentou na sequência. O terceiro show da noite é da dupla Simone e Simaria. A noite termina ao som de Forró Didaindoido e Dinho Santos.




Redação nacional / *Com informações SECOM-BA - Fotos : Alberto Coutinho/GOVBA

0 visualização

Receba nossas atualizações

redacaonacional

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© Todos os direitos reservados para Milly Comunicação e Marketing. Orgulhosamente criado por admovan criações