• Redação Nacional

Simões Filho, "Boa Terra Boa Gente" está descendo por água à baixo, população sofre os prejuízos

Pensa Simões Filho, que mudança não chegou e a população da cidade de Simões Filho, acompanhou durante o período pré eleitoral, em 2018, a administração municipal, comandada pelo prefeito Diógenes Tolentino Oliveira - MDB, realizava quase que semanalmente, evento público para apresentação e assinatura de diversas OS - Ordens de Serviços.


À época propagava-se através das matérias produzidas pela ASCOM -PMSF o dinamismo, planejamento, e compromisso da gestão da Boa Terra Boa Gente, em cumprir com o plano de governo aprovado nas urnas, em 2016, e ao mesmo tempo captava apoio à candidatura da então vereadora Katia Oliveira. posteriormente eleita com 28,06 % dos votos do eleitorado, que acreditaram e deram à primeira dama um total de 15.134 votos.


REALIDADE


Porém, a realidade nas questões relacionadas à infraestrutura, na cidade de Simões Filho é bem diferente da cidade apresentada nas milionárias campanhas publicitárias do governo Dinha. Simões Filho, assim como outras importantes cidades da RMS - Região Metropolitana de Salvador, não resiste à 40 minutos de chuva intensa.

Como resultado da falta de investimento nas redes fluviais, limpeza do bueiros, falta de construção de piscinões, encostas, faz a população contabilizar prejuízos com o deslisamento de encostas, desabamentos, alagamentos com a água invadindo e destruindo os bens tão duramente conquistados ao longo de uma vida.


Usando um termo, bastante atual, vive-se uma pandemia, uma inércia político administrativa é como se todas as esferas da PMSF - Prefeitura Municipal de Simões Filho, estivesse paralisada, diante dos nefastos efeitos do Coronavírus, pois não se percebe no dia-a-dia a presença e ações da SEINFRA, que só para citar um exemplo demorou mais de 30 dias para dar inicio aos reparos na cratera aberta no perímetro da Av. Elmo Cerejo, nas proximidade do Cemitério São Miguel.


A administração comandada pelo prefeito Dinha, segue em suas decisões, de sobressalto, evidenciando a falta de planejamento estratégico na execução dos serviços públicos. Não deve-se esquecer os prejuízos aos cofres públicos, e à população dos péssimos exemplos na reconstrução das Escolas Enock Pimentel - Ilha de São João e Padre Luis Palmeira, no centro

.

Os moradores da cidade de Simões Filho, continuam esperando que o prefeito Diógenes Tolentino Oliveira, cumpra com os itens contidos em seu projeto apresentado á população, durante a campanha e de fato coloque em prática as ações contida no PENSA SIMÕES FILHO, projeto político que apresentava uma mudança, até o momento não vivenciada pelos cidadãos.


" O jornalismo tem o papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.


Esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.


Mas para isso, nós precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos."


Copyright © 2019, Redação Nacional. Todos os direitos reservados

187 visualizações0 comentário