Receba nossas atualizações

redacaonacional

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© Todos os direitos reservados para Milly Comunicação e Marketing. Orgulhosamente criado por admovan criações

  • Redação Nacional

Vigilância Sanitária: Homem denuncia ter encontrado pedaços de rato em saco de pipoca

De acordo com a polícia, consumidor relatou ter passado mal depois de comer o produto, comprado no Terminal Integrado da Macaxeira, no Recife.


Recife - A Polícia Civil investiga a denúncia feita por um consumidor que relatou ter encontrado pedaços de um rato em um saco de pipoca. Segundo a corporação, o homem, que não teve o nome divulgado, informou ter passado mal depois de comer o produto, comprado no Terminal Integrado (TI) da Macaxeira, na Zona Norte.


Ainda de acordo com a Polícia Civil, o consumidor informou ter procurado a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Caxangá, na Zona Oeste. A polícia não informou a marca da pipoca comprada pelo denunciante.


O Boletim de Ocorrência foi registrado na quarta-feira (17), na Delegacia da Várzea, na Zona Oeste da capital, mas ocaso foi divulgado nesta terça-feira (23). A denúncia será apurada pela Delegacia da Macaxeira.


Fábrica de pipocas é interditada pela polícia após criança encontrar rato em alimento


Outro caso


Em outubro do ano passado, uma fábrica de pipocas e salgadinhos foi interditada pela Vigilância Sanitária e Polícia Civil por não se adequar às normas de higiene de produção.


https://globoplay.globo.com/v/7057160/

(Veja vídeo acima)


A fiscalização aconteceu na empresa, no Recife, após um grupo de mães denunciar que uma das crianças teria encontrado um rato dentro da embalagem da pipoca e outra passou mal ao ingerir um biscoito da mesma empresa.


Segundo a polícia, durante a fiscalização realizada na empresa foram encontradas diversas irregularidades, como a falta de manutenção de um maquinário antigo, sujeira nas máquinas e sacos de rejeitos acumulados em uma área aberta, que não eram recolhidos semanalmente.


Na época, a empresa Ordep Fabril Nordeste LTDA afirmou que “colaborava com as autoridades para esclarecer os fatos, investigados a partir de uma denúncia de que um objeto estranho teria sido encontrado em uma embalagem”.


*Com informações G1

"O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.


Esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.


Mas para isso, nós precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos."


Copyright © 2019, Redação Nacional. Todos os direitos reservados.

40 visualizações