• Redação Nacional

Vitória vence o Paraná e fica fora da zona


Sabe aquela sensação de fazer algo pela primeira vez na vida? Assim foi para o Vitória neste sábado (10), contra o Paraná, no Barradão. Em uma noite de estreias, o Leão levou a melhor sobre o rival, venceu por 2x0, chegou aos 14 pontos e vai dormir fora da zona de rebaixamento da Série B, em 16º lugar.


Para não voltar ao Z4 nesse domingo (11), o rubro-negro precisa torcer contra Guarani e Criciúma, que jogam no complemento da 15ª rodada e podem ultrapassar o time baiano. O Guarani tem clássico contra a Ponte Preta, fora de casa, e o Criciúma recebe o Sport. O próximo compromisso do Leão será no domingo seguinte (18), quando visita o CRB, no estádio Rei Pelé, em Maceió.  


A primeira estreia do Vitória na noite estava no banco de reservas. Substituto de Osmar Loss, Carlos Amadeu comandou o seu primeiro jogo como técnico efetivo da equipe rubro-negra.


Em campo o que se viu foi um Leão mais organizado e chamando a responsabilidade. Pressionando o Paraná, coube a outro "estreante" deixar a torcida rubro-negra feliz. O cruzamento de Capa achou Jordy Caicedo na área. Em seu primeiro jogo no Barradão e como titular, o equatoriano (que estreou fora de casa, contra o Brasil de Pelotas) dominou e chutou forte, abrindo placar para o Vitória aos 25 minutos do primeiro tempo.

Jordy Caicedo marca o primeiro gol dele pelo Vitória - Foto: Betto Jr.


Depois do gol, o Paraná sentiu o baque. Com dificuldade para chegar ao gol rubro-negro, a equipe paranaense viu o goleiro Martín Rodríguez crescer nas poucas oportunidades que teve. Para completar, acabou errando feio na defesa e levou o segundo em mais uma “estreia”.


Anselmo Ramon roubou a bola do zagueiro Eduardo Bauermann e cruzou para Wesley. O atacante tentou primeiro de cabeça e parou em Thiago Rodrigues, mas no rebote conseguiu mandar para o gol. Foi o primeiro gol de Wesley como jogador profissional.


Duelo controlado

Em desvantagem, o Paraná voltou para o segundo tempo tentando correr atrás do prejuízo. O chute de Guilherme Santos passou perto da trave de Martín Rodríguez. Já o Vitória apenas controlava o resultado e buscava o terceiro gol em jogadas de contra-ataque.

O passe de Felipe Gedoz achou Jordy Caicedo livre em velocidade, mas o goleiro do Paraná conseguiu chegar primeiro na bola e evitou o gol. A resposta do visitante foi em lance de bola parada. Rafael Furtado não aproveitou a falta cobrada na área e, sozinho, mandou para fora. Minutos depois foi a vez de Alisson receber livre e desperdiçar outra boa chance para os paranaenses. 


A vontade de vencer no Vitória era tanta que, aos 26 minutos, Baraka e Everton Sena discutiram de forma ríspida. A "turma do deixa disso" precisou entrar em ação para controlar os ânimos. Passado o princípio de confusão, o Leão voltou a criar boa chance na falta cobrada por Gedoz, que passou à esquerda de Thiago Rodrigues.


Antes do fim da partida, o rubro-negro ainda teve uma última chance de ampliar o placar. No contra-ataque em velocidade eram quatro jogadores do Vitória contra um do Paraná, mas Eron se precipitou no passe e a defesa adversária conseguiu cortar. Não fez falta. O rubro-negro administrou o placar e voltou a rugir mais alto no Barradão. 

* Com informações Correio / Fotos: Betto Jr.


"O seu apoio mantém o jornalismo vivo. O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro.


Esse é o trabalho de um jornalista e a missão do Redação Nacional.


Mas para isso, nós precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos."


Copyright © 2019, Redação Nacional. Todos os direitos reservados.

0 visualização

Receba nossas atualizações

redacaonacional

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© Todos os direitos reservados para Milly Comunicação e Marketing. Orgulhosamente criado por admovan criações